De volta ao antigo provedor de hospedagem

Comece a escrever por aqui em 2007 em um provedor de hospedagem americano, mas após aproximadamente dois anos os primeiros erros de conexão com o banco de dados começaram a surgir por conta do excesso de visitantes simultâneos e foi necessário fazer a primeira mudança de provedor. O primeiro ano no provedor nacional foi bem de muito trabalho, até que quando tudo finalmente ficou estável a empresa foi vendida para uma grande empresa e o serviço foi deteriorando a cada dia e em pouco tempo o seu uso ficou impossível.

Há pouco mais de dois anos recebi a notícia de migração para a nova empresa no dia 30 de dezembro acompanhada de uma cobrança com um valor absurdo, e como estava em uma cidade do interior e com acesso limitado a internet pelo celular acabei aceitando a ajuda de um amigo de outro amigo e migrei para um pequeno provedor nacional que apesar da ajuda no momento de dificuldade acabou desaparecendo do mercado, corrompendo os dados e bancos de dados de todos os usuários. De volta para um grande provedor o meu backup do banco de dados mais confiável foi novamente corrompido e o site não ficou mais de pé nem em um servidor dedicado, o que me levou a deletar toda a minha base de artigos publicados, começando praticamente do zero com um novo domínio.

Um depois destes problemas eu consegui recuperar a base de dados e voltei com todo o conteúdo original, mas havia perdido toda a indexação do Google, o que me deixou ainda mais desanimado. Com o passar do tempo e com muito trabalho eu consegui indexar todo novamente e aos poucos a visitação começou a voltar, mas ai o novo provedor não conseguiu suportar o volume e as exigências de hardware e software necessárias para manter o site no ar. Foram 7 meses de tentativas com as mais variadas configurações mas nada funcionou e acabei desistindo após ver que o provedor nacional não contava com um produto com as características necessárias para manter o site funcionando sem quedas e com uma velocidade ao menos razoável.

No final das contas eu voltei para o meu primeiro provedor americano que agora está funcionando muito bem em um plano básico e atualmente possui várias opções de upgrades por preços bastante razoáveis. Por hora nenhum upgrade foi necessário e o site está mais estável e veloz do que em qualquer hospedagem que eu utilizei até o momento no Brasil, sendo que poucos erros foram observados em duas semanas de casa nova.

Hoje o site tem mais de 10.600 posts publicados e as exigências para manter este volume de conteúdo são bem maiores do que o normal, e a maior dificuldade encontrada até o momento sem dúvida alguma foi encontrar produtos de hospedagem no mercado brasileiro para atender sites com o perfil do meu. Eu queria manter o meu dinheiro no Brasil e ainda contar com um suporte por aqui, mas infelizmente por hora o melhor negócio foi voltar ao bom e velho provedor da Bluehost!

2 Comments

  1. André Luiz 10/02/2014
  2. Allan 10/02/2014

Leave a Reply