Dieta digital

Nos últimos anos os HD’s externos e internos estão ficando cada vez mais baratos, e com o aumento da velocidade das conexões com a internet é muito fácil e rápido fazer o download de uma grande quantidade de conteúdo da internet, que nem sempre temos tempo de consumir.

Há algum tempo notei que estava carregando um excesso de bagagem em meus 2 HD’s externos com 1 TB cada, o backup e o famoso backup do backup, que já contabilizavam mais de 440 GB de arquivos e deixavam a tarefa de manter seu conteúdo mais lenta, cara e difícil, até que resolvi entrar em uma dieta bem radical de conteúdo.

Depois de fazer uma rápida avaliação dos meus arquivos eu descobri que estava mantendo mais de 60GB de arquivos de MP3 de todos os meus CD’s e arquivos encontrados na web, além de aproximadamente 300GB de vídeos, o que é realmente uma quantidade muito grande de dados que normalmente são pouco utilizados. Para resolver este problema eu resolvi ser um pouco radical e apagar todo este conteúdo, substituindo CD’s e arquivos de MP3 por serviços de música como o Spotify e aplicativos de rádio pela Web ou Youtube, e com o tempo pretendo utilizar com maior frequência serviços como a Netflix, que ainda tem muito o que melhorar, mas pode ser uma boa opção no futuro.

Nesta dieta de arquivos eu consegui reduzir o tamanho total de meus arquivos nos HD’s de backup de 440GB para 80GB, o que além de facilitar muito na hora do gerenciamento das informações, diminuiu consideravelmente o custo de manutenção dos arquivos, seja em opções de backup em casa ou na internet.

Após pouco mais de duas semanas ouvindo músicas somente pela internet de forma legal, seja com o Spotify ou com aplicativos de rádio via web e serviços como a Netflix ou o Netmovies eu consegui fazer uma bela dieta digital e vou conseguir em breve fazer um backup completo na nuvem sem enfrentar nenhum grande problema nem perder tempo!

Ainda preciso perder um pouco mais de tempo para eliminar alguns arquivos inúteis e desnecessários, mas o trabalho vale muito a pena, pois deixou o trabalho de armazenamento de informações muito mais simples e leve! E você, consegue encarar uma dieta digital mais radical e eliminar seus arquivos de áudio e vídeo?

Imagem Unplggd.

11 Comments

  1. Sergio 08/09/2011
    • rodrigostoledo 08/09/2011
  2. Jorge P. - DF 08/09/2011
    • rodrigostoledo 08/09/2011
  3. Carlos 08/09/2011
    • rodrigostoledo 08/09/2011
  4. Theminers 08/09/2011
    • rodrigostoledo 08/09/2011
  5. Sergio 08/09/2011
    • rodrigostoledo 08/09/2011
  6. Jorge P. - DF 09/09/2011

Leave a Reply