Vídeo: Information Junk Food

Com o objetivo de entregar aos usuários da internet resultados mais relevantes foram criados filtros para os usuários com base em seu hábitos de consulta e conteúdo mais consumido, o que muitas vezes podem impedir que uma determinada informação seja apresentada como um resultado importante e útil.  O lado ruim desta tecnologia é que ela acaba restringindo o acesso a outros pontos de vista, outros tipos de dados e informações que poderíamos considerar importantes.

Para explicar esse fenômeno, Pariser, escritor do livro The Filter Bubble, faz uma analogia com a junk food, que eventualmente pode ser útil, mas não é adequada para uma dieta regular. Nas palavras do Velho, o ponto é que vemos exatamente isso sendo feito em nossas buscas e em portais de consumo de conteúdo. A informação que chega até nós é cada vez mais filtrada com base nesse critério pouco elaborado ou crítico, o que acaba por ser uma dieta restritiva, de informação pouco variada em nutrientes e rica apenas em recompensa imediata.

Sou totalmente contra qualquer tipo de filtro de conteúdo, e costumo assinar os feeds de muitos sites e blogs diferentes para tentar construir uma experiência um pouco mais rica de navegação na web. Vale a pena assistir o vídeo abaixo para pensar um pouco melhor sobre a forma de utilização da internet!

Fonte: Update or Die.

One Response

  1. Zumba 27/07/2011

Leave a Reply