Vendas de notebooks param de crescer e fabricantes assistem sucesso dos tablets

Há aproximadamente 1 ano eu comprei um iPad para testar o produto e depois vender, sem grandes expectativas com relação ao aparelho, que aparentemente era um iPod Touch de Itú, mas com o passar do tempo descobri que o dispositivo era excelente para consumo de mídia, games e para minha surpresa, música com ótimas opções de aplicativos e acessórios. No final das contas o iPad original foi para minha esposa e o iPad 2 já está comigo e se tornou um aparelho realmente útil e necessário para o meu trabalho e diversão.

Segundo um estudo de mercado com dados da Gartner, Jeffries e SplatF, as vendas de computadores portáteis da Apple (incluindo o iPad) estão crescendo a uma taxa de 50% ao ano, sendo que ao comparar esse número com o desempenho da indústria, fica clara a preferência do mercado por tablets que façam tarefas similares a de computadores em um formato mais portátil e simples de usar.

Como trabalho muitas vezes fora de casa acabei optando pelo Notebook como máquina principal e um tablet, mas nos últimos tempos tenho usado com uma boa frequência o iPad 2 para trabalhar fora, por questões que envolvem a duração da bateria e a segurança de levar um dispositivo mais portátil e barato do que um Notebook. Nas férias ou temporadas mais longas em outras cidades ainda prefiro poder contar com o poder de fogo do Notebook para resolver qualquer problema mais complexo, mas em todas as outras situações o tablet realmente tomou o lugar no Notebook.

Via Business Insider.

One Response

  1. xtreme 20/07/2011

Leave a Reply