Você ainda faz download de músicas?

Ontem eu encontrei um post no excelente blog do Tiago Dória sobre um assunto que já foi abordado por aqui há algum tempo, e que vale a pena rever! Veja parte do texto:

“Saiu no Guardian Music mais uma pesquisa (em pdf) que revela algo nessa linha, feita entre jovens ingleses. Enquanto o número dos que usam sites de streaming para ouvir música cresce, os que trocam arquivos de MP3 diminui (uma queda de 16% entre janeiro de 2009 e dezembro de 2007).

Parece que enquanto parte da indústria e da imprensa especializada fica discutindo se o download de música é ilegal ou legal, o pessoal mais jovem, entre 14 e 18 anos, está em outra, usando e abusando de forma crescente dos sites de streaming.

Os preferidos são o Spotify e o YouTube, sendo que a Microsoft e a Virgin também devem lançar serviços parecidos de streaming de música em breve.

Porém, isso não quer dizer que as pessoas estejam pagando por música, já que, em sua maioria, esses sites de streaming têm versões gratuitas. Muito do apelo deles está na facilidade, é só apertar o botão de play e sair ouvindo uma música sendo que não existe o risco de pegar vírus ou ficar horas procurando por uma música para baixar na rede. Para a indústria interessa o streaming, pois pode ter mais controle sobre a forma como o seu conteúdo é distribuído.”

Eu testei a versão paga do Spofity e fiquei satisfeito com o grande acervo disponível para ouvir em streaming, sem precisar ter o arquivo no computador, e gostei de poder encontrar muita coisa diferente sem precisar entupir o meu HD com arquivos de MP3. Nem sempre é possível encontrar todas as bandas que gosto, principalmente quando os álbuns tem mais de 2 ou 3 anos, sem contar que a qualidade do áudio e integridade dos arquivos nem sempre é boa, o que acaba gerando um grande trabalho e muito tempo perdido para encontrar as coisas que eu gosto.

Atualmente eu sou um adepto da música por streaming, sendo que esta minha preferência somente foi um pouco quebrada pelo Comes With Music do Nokia 5800, que apesar de lotar meu computador de arquivos, possui uma ótima qualidade de áudio, arquivos com tags e capas dos álbuns e um grande acervo disponível totalmente gratuito. Se não fosse o conteúdo gratuito do Comes With Music acho que não faria mais downloads de músicas, pois para os momentos offline tenho os meus 9.363 que podem quebrar um bom galho, e como trabalho o dia todo conectado à internet, posso ouvir música por streaming sem problemas!!

E você, ainda faz o download de músicas pela internet?

6 Comments

  1. R.Becker 14/07/2009
  2. tiago albuquerque 14/07/2009
  3. Erick Fernandes 14/07/2009
  4. CodeOne 14/07/2009
  5. Jair Augusto Delboni 14/07/2009
  6. Julio 14/07/2009

Leave a Reply