Como economizar ao tocar uma startup?

Eu encontrei no excelente Update or Die um post sobre 17 polêmicas dicas de como tocar uma startup, por Jason Calacanis.

Veja uma tradução livre deste post aqui, via passamani:

01 – Compre Mac e se livre dos caras de suporte

02 – Compre um segundo monitor pra todo mundo. Isso economiza 30min por dia ou 100h por ano.

03 – Pague o rango da galera 4 x por semana, elimine as reuniões e coloque as reuniões no horário de almoço

04 – Compre mesas baratas e cadeiras caras

05 – Não se preocupe com sistema de telefonia. A maioria usa a internet e celular pra se comunicar

06 – Não desperdice espaço. Alugue o espaço vazio.

07 – Terceirize o RH e Financeiro.

08 – Não compre um monte de licenças de Office.

09 – Use o Google Apps ao invés do Exchange

10 – Se o cara for workaholic, compre um PC pra ele ter em casa.

11 – Demita quem não for workaholic. (Daí veio a polêmica toda)

12 – Compre uma maquinona bacanuda de café e grãos de primeira.

13 – Encha a geladeira de refrigerante.

14 – Trânsito é um saco. Seja flexível com o horário.

15 – Procure seus fornecedores de tempos em tempos e peça descontos de 10% a 30%. Isso reduz seu custo fixo em até 15%.

16 – Não gaste dinheiro com recrutamento. DIY em redes sociais

17 – Não jogue seu dinheiro fora com Assessoria de Imprensa. Contrate um bom freelancer para 3 projetos por ano e economize 75% do dinheiro.

Pensando em cada um dos itens de forma bem sucinta, posso dizer que alguns itens certamente não podem ser considerados verdadeiros, como o que fala sobre o Mac, pois as necessidade de cada um podem levar a necessidade de outros sistemas, logo não podemos ser radicais em nada. Outro ponto ainda muito difícil de ser implementado, pelo menos aqui no Brasil é o que diz para não se preocupar com o sistema de telefonia, pois isto ainda é muito necessário por aqui.

Agora falando do item mais polêmico, que menciona que quem não for workaholic deve ser demitido, eu trocaria facilmente um workaholic por uma pessoa comum com muita criatividade e paixão pelo trabalho. Não vejo a necessidade de ser cercado por workaholics para fazer um negócio dar certo, pois entendo que as pessoas tem muito mais para oferecer quando tem uma vida pessoal boa e um bom equilíbrio entre o trabalho e o lazer.

E você, o que achou da lista?

Fonte: Update or Die.

2 Comments

  1. Júlio 11/03/2008
  2. Paulo Braga Prado 11/03/2008

Leave a Reply