Será que precisamos realmente das mídias físicas?

A briga Blu-ray vs HD DVD praticamente está acabada, com uma boa quantidade de grandes players correndo para o lado do Blu-ray, mas nos últimos dias venho pensando muito sobre o destino das mídias físicas.

Com as músicas disponíveis para compra ou download em formato MP3 por toda a internet as vendas de CDs estão caindo no mundo inteiro, e muita gente que eu conheço não compra um CD há alguns anos. Eu mesmo transformei toda a minha biblioteca de CDs em arquivos de MP3, joguei todas as caixas de plástico no lixo e guardei em pastas de couro apenas os CDs como uma espécie de backup. Hoje todos os arquivos estão armazenados no meu HD externo e no iPod e tudo ficou muita mais fácil de usar, pois tenho todos os meus CDs disponíveis para ouvir quando bem entender.

Com filmes e shows em DVD acontece a mesma coisa, pois comprei vários durante minha vida, e hoje estou com um verdadeiro estoque de DVDs que nunca vejo, ou que assisti no máximo duas ou três vezes. Agora vem o Blu-ray e eu me pergunto, será que precisamos dele?

Para ser sincero eu não gosto nem de ter que ficar cuidando dos meus backups de arquivos de MP3, mas é necessário, pois nunca se sabe quando o iPod ou meu HD externo podem ter algum problema e me deixar na mão.

No meu ponto de vista isso tudo deveria acabar, pois qualquer CD, DVD, Blu-ray ou seja lá o que for só serve para ocupar espaço em casa e poluir o meio ambiente quando jogamos fora, então a melhor saída seria assinarmos (por preços honestos) serviços que deixariam à nossa disposição todos os arquivos de músicas, filmes e shows que quisermos. Quer ver um filme, clique e veja na hora, música, shows? A mesma coisa!

Eu sei que principalmente no Brasil estamos com uma conexão à internet ainda muito cara e lenta para que isso se torne uma realidade, mas com certeza no futuro eu não vou querer ficar estocando este plástico todo em casa.

Prefiro pagar para fazer o download de um arquivo em alta definição do que armazenar mais plástico em casa que um dia vai ficar obsoleto e virar lixo.

5 Comments

  1. Marcelo Martins 23/01/2008
  2. Vitor (VCVS) 23/01/2008
  3. Marcelo Martins 23/01/2008
  4. fabio 23/01/2008
  5. Fernando 23/01/2008

Leave a Reply