Blogagem Coletiva: Bullyng #EuNaoCurto

 

Fui convidado para escrever na blogagem coletiva da campanha #EuNaoCurto, no Dia Mundial de Combate ao Bullying e aceitei prontamente, pois sou pai e trabalho ativamente como voluntário na escola da minha filha para ajudar na orientação dos alunos em palestras sobre internet, mídias sociais e bullying.

No ano passado minha filha começou a pedir para participar de algumas redes sociais como o Facebook e Twitter, e depois de explicar de forma detalhada questões sobre privacidade, bullying e a conduta adequada na internet, criei cada perfil nas redes, configurei a sua visibilidade e fui seu primeiro amigo na internet. Precisei de um bom tempo para fazer todo este trabalho, mas valeu a pena, pois além de saber exatamente como utilizar as redes sociais, tenho a oportunidade de me relacionar e interagir com ela também no meio eletrônico, o que sem dúvida alguma é uma oportunidade excelente.

Ao notar que de uma forma geral as aulas de informática da escola normalmente não abordavam de forma mais detalhada o uso das redes sociais, decidi oferecer para a escola um trabalho voluntário de palestras sobre internet, redes sociais e bullying. Acabei fazendo 18 palestras sobre os mais variados temas relacionados ao uso da internet e das mídias sociais, demonstrando alguns perigos da rede e abordando o problema do cyber bullying.

O reflexo mais notável deste trabalho foi o belo retorno dos alunos, que criaram muitos blogs super interessantes após as palestras, e ainda uma grande parte acabou me adicionando como amigo nas redes sociais! Por conta da correria do trabalho, normalmente os pais não conseguem arrumar tempo ou não tem muita intimidade com a tecnologia e acabam se afastando dos filhos na internet, mas eu percebi que com o meu trabalho voluntário eu consegui de forma tranquila e descontraída participar do mundo dos alunos e tirar muitas dúvidas sobre os mais variados assuntos da internet.

Eu sei que para quem trabalha como autônomo pela internet e com horários totalmente flexíveis as coisas são muito mais simples, mas mesmo assim acredito que as famílias deveriam começar a dividir um pouco mais a responsabilidade com a escola, levando um pouco de conhecimento e experiência para todos os alunos, pois com certeza o retorno será uma sociedade muito mais justa e bem preparada para os desafios do futuro.

Sou totalmente contra o bullying, e na minha opinião todos devem denunciar, combater e ajudar a molecada, mas infelizmente este problema ainda acontece com uma grande frequência, e na idade adulta muda de nome e passa a ser conhecido como Assédio Moral, e seu combate é muito mais complicado. Nossas crianças infelizmente vão passar por muitos problemas de relacionamento nesta vida, e na idade adulta não poderemos mais ajuda-los, deste modo nos resta orientar e participar ao máximo de suas vidas para construirmos excelentes pessoas, para quem sabe um dia termos um mundo com um número bem menor de casos de bullying e assédio moral.

Participem de forma um pouco mais ativa da educação dos filhos procurando oferecer um pouco de ajuda na escola!! Os resultados com certeza valerão o esforço!!

20 de Outubro. Hoje é o Dia Mundial de Combate ao Bullying. 
Este post integra a Blogagem Coletiva e voluntária proposta pela Norton Brasil. Bullying #EuNaoCurto: se você acredita nesta causa, escreva seu texto também!

Quem já falou sobre o assunto:

WeRGeeks – @WeRGeeks
EducarJá – @CybeleMeyer
TecnoVisão – @TecnoVisão

Lidifaria – @Lidifaria

2 Comments

  1. Ricardo 20/10/2011
  2. Fernando Santos Motta 21/10/2011

Leave a Reply