Motorola Atrix: Primeira impressão

Ontem durante o evento da Motorola para a apresentação do Atrix, novo smartphone com sistema operacional Android que segundo a empresa será comercializado no Brasil em um prazo de 2 semanas, fiquei positivamente impressionado com o aparelho. Indicado pela Motorola como o mais poderoso smartphone do mundo, o Atrix conta com leitor de impressões digitais (bons tempos do iPaq 5500, tela de 4″ polegadas com Gorilla Glass e resolução de 960 x 540 pixels, processador dual-core de 1 GHz, 1 GB de memória RAM, câmera traseira de 5 megapixels com capacidade para gravação de vídeos em até 720p, câmera frontal VGA, Bluetooth, GPS, WiFi e uma bateria de 1930 mAh com autonomia para mais de 8 horas de conversação na rede GSM.

O aparelho chega ao mercado com a versão 2.2 do Android, mas tem previsão de upgrade para a versão 2.3, e no pacote de venda que estará disponível no Brasil o aparelho ainda contará com um dock, dois cabos, um de energia e um HDMI e também um mini controle remoto.

A impressão inicial foi excelente, o aparelho é rápido, a tela é realmente muito brilhante e com uma ótima resolução e o hardware tem uma ótima aparência. Nada parece frágil e o Android está bem implementado. Depois de algumas experiências um pouco ruins com o Milestone 1 e o Galaxy S, o Atrix é o primeiro aparelho top de linha que me deixou com vontade de tentar a sorte com o Android novamente, e as suas especificações técnicas e qualidade de construção realmente ajudam muito na escolha do meu próximo Android.

Um acessório muito esperado pelos usuários é o Lapdock, transforma o Atrix da Motorola em um mini notebook completo, permitindo a utilização de todos os aplicativos e games do Android na tela grande com teclado e som melhores, permitindo a navegação na internet, edição de documentos e outras tarefas de forma simples, rápida e muito semelhante a experiência de um Netbook. O Lapdock tem uma tela de 11 polegadas com resolução de 1366 x 768 pixels, duas entradas USB, uma saída de áudio 3,5mm, bateria interna para aproximadamente 7 horas de uso e está sendo comercializado pelo preço de U$ 499,00 dólares fora do Brasil, mas ainda não tem um valor de venda disponível para o Brasil, mas certamente não será barato.

Segundo o Gizmodo Brasil o aparelho deverá custar R$ 1920,00 desbloqueado pela operadora TIM, com o pacote completo que inclui o dock, o que é um preço alto, mas após os meus testes poderei saber se realmente vale a pena o investimento. Pelas impressões iniciais eu diria que vale a pena, mas ainda prefiro testar com calma e ler posts de colegas de outros blogs e revistas para poder decidir com uma boa base.

Não é barato, então no meu ponto de vista o investimento somente deve ser feito com a máxima certeza e sem pressa!!

Imagem Cnet.

16 Comments

  1. Erick 13/04/2011
  2. lordtux 13/04/2011
  3. washington 13/04/2011
  4. Theminers 13/04/2011
  5. Paulo Victor 13/04/2011
  6. Erick 13/04/2011
  7. Marcio Teixeira 13/04/2011
  8. Onurb 13/04/2011
  9. Paulo 13/04/2011
  10. Leonardo 14/04/2011
  11. Pakêco 14/04/2011
  12. Nilson L P 14/04/2011
  13. Paulo Victor 14/04/2011
  14. Nilson L P 14/04/2011
  15. Atrix 16/04/2011

Leave a Reply